Guia de Raças

Cachorro American Staffordshire Terrier (AST)

Cachorro American Staffordshire Terrier (conhecido também como Amstaff) é uma raça que tem sua origem nos Estados Unidos com antepassados no Reino Unido.

american-staffordshire-terrier

 

Origem

Por volta dos anos 1850 e 1870, seus antepassados que eram imigrantes do Reino Unido, chegaram aos Estados Unidos, ainda na forma de Bull-and-Terrier (que gerou o Staffordshire Bull Terrier). Aos poucos o Bull and Terrier se tornou um cachorro popular e foi remodelado, ficando um pouco maior, com uma mandíbula mais desenvolvida, passando a se chamar Pit Bull Terrier, e logo depois de American Pit Bull Terrier.

Em 1936, a AKC (American Kennel Club) aceitou reconhecer o American Pit Bull Terrier, mas tirando o “Pit”do nome, que fazia referência as rinhas, mas como os criadores do Bull Terrier não permitiram a mudança, então resolveram chamar de a raça de Staffordshire Terrier, em referência ao seu parente da Inglaterra. Outros criadores continuaram chamando seus cães de American Pit Bull Terrier, pois tinham objetivos diferentes com relação à raça, tentando mantê-los com o temperamento original. Com isso, a raça acabou se dividindo em duas, tendo objetivos de criação diferentes.

O Staffordshire tornou-se diferente do Pit Bull principalmente no comportamento, sendo mais amistoso com outros cães. Em 1972, a raça foi reconhecida pela FCI e seu nome mudou permanentemente para American Staffordshire Terrier.

Concluísse então que o AST desenvolveu-se a partir da raça American Pit Bull Terrier (não aceita pela FCI). Atualmente estas são consideradas em todas  entidades cinófilas como raças diferentes. Porém, elas são consideradas por alguns especialistas como variações de uma mesma raça. Todavia, os Amstaffs são classificados como mais pacíficos e, facilmente adaptáveis ao convívio com outros animais.

american-staffordshire-terrier02

 

Características

O American Staffordshire Terrier é um cachorro forte e compacto, de porte médio. O macho geralmente pesa entre 18 e 25 KG, medindo entre 46 e 48 CM de altura na cernelha.

Seus exemplares possuem narinas pretas (Black Nose) ou azuis/cinzas (Blue Nose), nunca vermelho (Red Nose), tão pouco despigmentadas. Costuma-se realizar o corte de orelhas. A maioria das cores é aceita, deste de tigrado, preto, azul, castanho claro e branco malhado. Porém o merle, o vermelho fígado (chocolate/ red nose) e tricolor não são aceitas. Também não é aceito que o exemplar tenha mais de 80% do corpo branco.

Peso: Macho de 18 kg a 25 Kg.
Altura: Macho de 46 cm a 48 cm

Fêmea de 43 cm a 46 cm.

Grupo: Grupo 03 – Terriers
Funções: Cão de guarda e companhia.
Grau de Atividade: Alta
Pêlo: Curto
Cor: Todas, exceto o merle, vermelho fígado e tricolor.
Nome de Origem: American Staffordshire Terrier
Pais de Origem: Estados Unidos
Registro FCI: 286

american-staffordshire-terrier01

 Temperamento

 

Por ter personalidade difícil, a atenção afetiva da família é muito importante para esta raça.

São cães extremamente apegados aos seus donos, gostam muito de brincar. Adoram brincar com crianças, e não costumam ter problemas com as visitas, mas para isso é preciso que sejam habituados desde filhotes e esteja com a família. A convivência com outros cães costuma ser um pouco complicada, mas caso sejam acostumados, vão conseguir conviver tranquilamente. Isso depende bastante da herança genética, caso os pais dele sejam cães mais sociáveis, a tendência é ele ser um animal mais calmo.

Na guarda, possuem estilo de ataque determinado e mordedura das mais possantes. Como todos os Terriers, são muito atentos e agem rapidamente. Atacam estranhos (pessoas, cães e outros animais) que invadam seu território, não só para defendê-lo, mas também devido ao forte instinto de luta.

Pessoas com experiência de convívio costumam concordar que eles são um pouco mais tranquilos e obedientes que os Pits, além de menos violentos com cães e outros animais. Mas há variações conforme as linhagens Os cães que tornam-se perigosos, como em qualquer raça, é fruto de má seleção por parte do criador (que cruzou cães de mau temperamento) ou de criação incorreta por parte do dono (que estimulou a violência no animal ou que não soube fazer-se respeitar por ele). É uma raça destinada a proprietários experientes, capazes de ensinarem e socializarem os cães da maneira adequada. São dóceis e leais, bons cães de guarda e companhia.american-staffordshire-terrier04

 

Curiosidades

Nos Amstaff, as pernas dianteiras são mais robustas na estrutura. Tem a cabeça mais larga. Pela ordem, o Pit Bull é o maior, o American Staffordshire é o médio, e o menorzinho é o Staffordshire.

O rajado (preto) é o mais comum, mas não existe uma escala de preferência ou por ordem de prioridade para as outras cores. O corpo com mais de 80% de pelagem branca não é recomendado para eles. São normalmente expostos com orelhas cortadas. Lembrando que cortar caudas e orelhas é contra a lei e o veterinário ou a pessoa que fizer isso está cometendo um crime.

american-staffordshire-terrier-capa

Dicas

É um cachorro que precisa se exercitar muito, sair ao ar livre todos os dias é o ideal, fazendo longas caminhadas com coleira, mas também adoram atividades no quintal. Para o temperamento dessa raça o mais adequado é compartilhar o espaço familiar.

Saúde

Como é um cachorro muito forte, sua alta tolerância à dor pode mascarar problemas. Expectativa de vida varia de 10 anos a 12 anos.

Preço

O preço médio pode variar de R$ 2.000 a R$ 5.000.

american-staffordshire-terrier03

 

 

Leia Também:

Aqui você encontra tudo para o seu pet.

Pets Perdidos Adoções
Pets Perdidos Achados
Pets Perdidos Perdidos
Pets Perdidos Forum
Pets Perdidos Encontros
Pets Perdidos Serviços
Dra Talita Dal Evedove Lopes. CRMV-SP 26.406

Dra Talita Dal Evedove Lopes, Médica Veterinária (CRMV-SP 26.406)

Formada pela Universidade Anhembi Morumbi em 2009, pós graduada em clínica médica de pequenos animais, especializada em Acupuntura Veterinária, Homeopatia Veterinária, Floral e Reiki Veterinário.
Médica Veterinária do Centro Veterinário Manuel Lopes.
Responsável pelos conteúdos técnicos do Encontros Pet.
Envie sua duvida pra gente: veterinaria@encontrospet.com.br

Encontros Pet

Comentários