Cavalo Andaluz: Preço, Características

O Andaluz é uma das mais antigas raças de cavalo, descendente direto do cavalo Ibérico, oriundo de cruzamentos de Cavalos Sorraia, veja abaixo o preço e algumas características desse lindo animal.

Andaluz-01

Origem

O Andaluz é uma das mais antigas raças de cavalo, descendente direto do cavalo Ibérico, oriundo de cruzamentos de Cavalos Sorraia (descendente de tarpã) com cavalos Berberes, e posteriormente cavalos Árabes, figura entre os mais influentes ao longo da história. É possível que o cavalo Andaluz seja o mais antigo cavalo de sela.

Originário da Península Ibérica, mais especificamente da região da Andaluzia, na Espanha, e do Alentejo, em Portugal. Quando criado em Portugal, o cavalo Andaluz é hoje denominado Puro Sangue Lusitano. Já os exemplares criados na Espanha são hoje conhecidos como raça Pura Espanhola, ou Puro sangue Espanhol. Foi, durante muito tempo, uma das raças de cavalos mais apreciadas mundialmente, especialmente por seu porte e notável aptidão pelas disciplinas da Alta Escola.

Muitos exemplares desses cavalos eram utilizados em diversas cortes na Europa com grande prestígio, tanto que muitos impérios e monarquias caíram e subiram através desta raça por causa de sua inteligência, valentia e versatilidade. Conhecido como Cavalo Colonizador no período colonial, entrou na formação de muitas das principais raças atuais de cavalo nas Américas e na Europa, como o Puro-Sangue Inglês, o Cavalo Campolina, o Hanoveriano, o Holsteiner, o Lipizzan, o Alter-Real, o Quarto de Milha entre outras raças.

Em tempos mais antigos eram amplamente utilizados como montaria de guerra, principalmente devido ser uma montaria leve e ágil. Mais tarde, no entanto, com o desenvolvimento das pesadas armaduras medievais, esta raça de cavalos acabou sendo substituída por outras capazes de suportar maior peso. Embora não esteja entre os cavalos mais velozes, ele é considerado atlético, ágil, forte e resistente.

Por sua característica elegância no trote e seu bom temperamento, são bastante utilizados hoje em dia para o adestramento de competição, e também no cinema. Através de amostras em pinturas rupestres é possível estabelecer a presença destes cavalos na Europa desde a pré-história. Na Andaluzia, a criação está centrada em Jerez de La Frontera, Córdoba e Sevilha, onde foi preservada pelos mosteiros

Andaluz-03

Características

É uma raça que tem um bom desenvolvimento dos ossos e músculos, apresenta uma perfeita harmonia entre as várias partes do corpo, possui uma grande resistência física, o que, aliás, é uma de suas principais características. De bom passo e rápidos nas voltas, porém não é muito veloz. Conhecido também principalmente pela força, rusticidade e incrível resistência.

Um cavalo de grande presença. Tem uma cabeça de extraordinária nobreza, o perfil característico, dito de ‘falcão’, mediana e ligeiramente convexa, e olhos vivos. Pescoço forte e arqueado, coberto com uma vasta crina. Proporções harmoniosas. Peito largo. Porte orgulhoso e elegante. Crina e cauda longa, luxuriantes, e, com freqüência, aneladas.

Admitem-se todas as pelagens, menos a “pío” (uma espécie de malhado). Antigamente aceitavam apenas os negros, tordilhos, e castanho.

Peso:Aproximadamente Macho de 550 kg e Fêmea de 500 kg
AlturaAproximadamente Macho de 1,55 m a 168 m e Fêmea de 1,53 m a 1,65 m
Funções:Sela e esportes hípicos (principalmente equitação clássica e o adestramento)
Cor:Admitem-se todas as pelagens, menos a “pío” (uma espécie de malhado)
Nome de Origem:Andaluz.
Pais de Origem:Espanha.

Andaluz-02

Temperamento

Seu temperamento é semelhante ao de qualquer cavalo de batalha, um papel que teve no passado, onde ele foi usado para transportar as pesadas armaduras de batalha. Uma raça de cavalo nobre e dócil, com temperamento vivo.

Curiosidades

Esta raça de cavalos também foi muito exigida pela monarquia francesa. Se você olhar para os retratos de Francis I e Louis XVI, você vai ver como esses monarcas são retratados com seus cavalos andaluzes.

Eles também foram muito populares com a realeza inglesa. Henry VIII era, muitas vezes, retratado com uma cópia do andaluz. Por ter acompanhado estes personagens de sangue azul, ele é considerado um cavalo real.

Muito tem sido dito sobre o cavalo andaluz e suas virtudes, mas, você sabia que, graças à sua capacidade atlética ele está ganhando popularidade em outros países? Especialmente nos Estados Unidos. Nesse país, ele concorre em doma, salto, condução e competência.

A raça foi destaque em guerras por sua coragem e bravura. Ainda hoje, possui seus atributos testados diante de um feroz touro na Espanha.

Nos Estados Unidos, o cavalo andaluz também é conhecido por sua capacidade de aprender rapidamente e, também, por manter o que aprendeu. Assim, ele pode ser facilmente treinado.

Embora existam muitas outras raças de cavalos com origem na Espanha, esta é a mais famosa e leva o nome icônico. O Cavalo Andaluz é uma das raças de cavalos mais antigas do mundo. Ao longo da história da humanidade teve um papel crucial na origem e formação de outras raças eqüinas, principalmente europeias e americanas. Podemos citar algum como exemplo: as raças de cavalo Hispano-Árabe, Hispano Bretão, Frisão, Criolo, Paso Fino, Peruano, Mustang, Lusitano e várias outras.

Dicas

Muito importante, não confunda a raça do Cavalo Andaluz, com o Cavalo Andaluz Brasileiro. Este último é uma mistura entre o Puro Sangue Espanhol com o Lusitano.

O Cavalo Andaluz está presente em muitas modalidades esportivas. As principais são a doma clássica (Adestramento), salto e a tourada. Também é um ótimo cavalo para passeio.

Inseminação artificial não é aceita para registro.

Andaluz

Saúde

Para quem deseja ter um cavalo é bom lembrar que manter e cuidar de um animal deste porte exige trabalho, mas desde que consiga encontrar um bom equilíbrio entre exercício e alimentação e ter as condições necessárias para alojá-lo, da para mantê-lo de boa saúde. O principal é saber  qual é o comportamento normal do cavalo e reconhecer os sinais de mal estar físico ou psicológico.

O veterinário é o melhor aliado do dono no tratamento dos cavalos e deve ser solicitado sempre que o cavalo exibir algo fora do comum.

Os sinais vitais do cavalo são bons indicadores de saúde do animal. Os donos que familiarizam-se desde cedo com eles, conseguem mais rapidamente detectar situações anômalas, descobrindo as doenças mais cedo. Para isso, os donos devem habituar-se a recolher dados sobre os sinais vitais do cavalo mesmo quando este apresenta-se saudável.

Atualmente, podemos distinguir dois tipos de cavalos segundo sua criação. De um lado, encontram-se os cavalos criados em cativeiro e, de outro, aqueles que vivem em liberdade. Em ambos os casos, os cavalos são considerados adultos quando atingirem a idade de quatro anos.

No entanto, no exemplo dos cavalos que vivem em cativeiro, os anos de vida podem ser prolongados entre 25 anos e 40 anos. Uma idade bem mais elevada do que a dos cavalos que vivem em liberdade, pois é raro o exemplo de cavalos criados nestas condições que superam os 25 anos de expectativa de vida.

Preço

O preço do cavalo Andaluz no Brasil pode variar em média entre R$5.000,00 a R$15.000,00.

Andaluz-04

Leia Também:

Cavalo Andaluz: Preço, Características
5 (100%) 1 vote

Encontros Pet