Sarna Negra em Cães: Tratamento, Sintomas

Saiba aqui os sintomas e tratamento para sarna negra canina (Sarna Demodécica em Cachorros).

Quem tem um cãozinho em casa sabe que precisa ficar muito atento ao animal, pois algumas doenças podem aparecer mesmo que seu cachorrinho fique sempre limpo e tome todas as vacinas recomendadas. E mesmo aquele cachorro que fica sempre preso dentro de casa, sem contato com os cães de rua, pode vir a ter problemas que merecem todos os cuidados, como a sarna que traz grande incômodo para o animal.

A sarna é causada por ácaros que se encontram espalhados por todos os lugares, até mesmo nos tapetes, cortinas e estofados. E cada ácaro possui suas próprias características e no caso deste problema em específico, os ácaros podem ser responsáveis por 3 tipos sarnas:

Sarna Sarcóptica, Sarna Otodécica e a Sarna Negra (Demodécica) que é uma das mais complicadas, ela é causada por predisposição genética do cão(transmitida dos pais para os filhotes) e isto torna o tratamento mais complicado.

Sarna Negra em Cães: Tratamento

 

Sarna Negra em Cães

A Sarna Negra é uma das doenças hereditárias e pode surgir em qualquer cão, mesmo naqueles que são muito bem tratados, pois a doença foi herdada do pai ou da mãe do cachorro e não há nada que poderá ser feito para impedir. O correto seria tirar o animal contaminada da reprodução, impedindo novos animais infectados. Porem sabemos que não é a realidade dos canis atualmente.

Algumas raças são mais predispostas a essa doença, como o Pastor Alemão, Dálmata ,Dachshund, Pit Bull.

Alguns fatores influenciam para o aparecimento da doença como estresse, mudança brusca de hábitos, alimentação irregular, e principalmente queda brusca de imunidade.

O “Demodex Canis” é o ácaro responsável por este tipo de sarna e ele é passado para os cães através de seus pais, logo que nascem, sendo que é considerado até normal encontrar este ácaro em um cachorro, já que está presente na grande maioria destes animais, porém, quando este ácaro esta em excesso, aí que tem a manifestação da doença.

Sarna Negra em Cães: Tratamento

Este ácaro fica na pele do cãozinho pronto para atacar se o animal ficar com a resistência imunológica muito baixa. Por isto esta sarna é mais facilmente encontrada em cães muito novos que não estão com seu sistema de defesa completamente formado e também nos cães mais velhos que já se encontram com uma imunidade bem mais baixa (câncer, insufiência renal e hepática, …) Os sintomas costumam aparecer quando o filhote esta em processo de imunização (vacinas). Quando compramos um cãozinho, mesmo que seja em um local que conte com todos os métodos preventivos, ainda assim é possível que o animalzinho esteja com a “Sarna Negra”.

Para se ter um diagnóstico preciso será necessário fazer o raspado da pele do animal e fazer uma procura minuciosa por este ácaro.

A Sarna Negra ou Sarna Demodécica deixa a pele do cão com uma aparência bem parecida com a de micose e o principal sintoma é queda dos pelos ao redor dos olhos, ponta da orelha, parte distal dos membros e consequente queda dos pelos de todo corpo.

Depois de certo tempo estes locais irão ficar com manchas irregulares, podendo ficar também com a pele em um tom avermelhado na região onde o pêlo caiu e surgirem escamas e até infecções nos casos mais graves. Na fase inicial da doença a pele não coça, mas com o tempo inicia uma infecção bacteriana secundária e o animal coça muito.

Um dos problemas neste caso é que muitos donos acham que basta dar um banho ou passar algum produto indicado por um amigo que a sarna vai desaparecer, mas é preciso que o animal seja levado a um veterinário para uma verificação correta.

Esta sarna realmente pode desaparecer depois de 6 semanas, mas também pode aumentar e progredir para uma forma generalizada. Isto acontece mais do que se imagina, sendo assim, loco que os primeiros sintomas forem observados, o animal deve ser levado a um veterinário.

O tratamento consiste no uso de remédios orais (por boca), banhos com shampoos específicos e muitas vezes o uso do antibiótico também é necessário devida a infecção bacteriana secundária. Este tipo de sarna não é transmitida para nós humanos (a sarna que podemos pegar é a Sarna Sarcóptica). Não existe cura completa da doença, mas os resultados são muito positivos quando tratados corretamente. Seu cãozinho terá uma nova manifestação da doença apenas se tiver queda brusca da imunidade. Por isso se o animal adulto ou idoso manifestar os sintomas, é importante investigar alguma doença que esteja diminuindo a imunidade, como alguma doença viral, bacteriana ou câncer).

Leia Também:

Sarna Negra em Cães: Tratamento, Sintomas
Avalie esta postagem
Encontros Pet