Blog Encontros Pet, onde você encontra tudo para seu animal de estimação.

Hidrocefalia em Cães e Gatos: Tratamento

Hidrocefalia em Cães e Gatos: Tratamento

A hidrocefalia é quando há uma dilatação além do normal no sistema ventricular e pode acabar acometendo todo este sistema cerebral do cão ou gato, veja qual o tratamento e como proceder caso seu animalzinho venha sofrer dessa doença.

hidrocefalia-01

O problema não apresenta uma predisposição sexual, ou seja, pode surgir tanto nos machos quanto nas fêmeas, entretanto existe uma predisposição genética para certas raças, principalmente em que os cães são muito pequenos e também aqueles que têm o focinho mais curto. Algumas das raças em que a hidrocefalia é mais comum são: Lulus a Pomerânia, Maltês, Yorkshire Terriers, Cairn Terriers, Bulldogs, Poodles Toy, Chihuahuas, Boston Terriers, Pequeneses, entre outras.

A hidrocefalia quando é congênita, ou seja, o animal já nasce com o problema, surge já no primeiro ano de vida, mas se for a hidrocefalia adquirida então irá se manifestar em qualquer período de vida do pet, principalmente quando for causada por um problema primário, seja ele uma doença inflamatória ou tumores.

hidrocefalia-02

Entretanto, o mais comum é a hidrocefalia congênita, que surge nos animais ainda jovens que nascem com o problema e com o passar dos meses só vai se agravando. O líquido vai se acumulando no cérebro do pet e acaba por distender os ossos que ainda estão moles na região do crânio e a parte frontal da cabeça acaba aumentando de tamanho.

Por causa disto os olhos do animal ficará mais para fora, sendo possível observar até mesmo a esclera, que é aquela parte branca. Nestes animais jovens as causas variam desde um defeito congênito a uma infecção, tumor ou traumas como quedas ou fortes pancadas na cabeça.

Nos filhotes com até 3 meses de idade é relativamente fácil perceber a hidrocefalia porque o crânio fica deformado, há um estrabismo ventrolateral e surgem outros sinais fáceis de serem notados, entre eles:

O animal tem grande dificuldade para aprender; começa a se comportar de forma muito estranha; sua locomoção é feita com grande dificuldade; irá ter surdez; chora quase que o tempo todo; fica com sono praticamente todo o dia e à noite também; quando o animal anda ele fica cambaleando; cabeça mais inclinada; os olhos são “saltados”.

Claro que estes sintomas podem estar relacionados a outros problemas, mas já dão indícios de que algo está errado e o pet deverá ser levado a um veterinário onde serão feitos o exame clínico, histórico e também todos os exames complementares para que o problema possa ser confirmado, ou não.

hidrocefalia

O tratamento vai depender muito o estado em que se encontra o animal, podendo ser solicitada uma cirurgia ou então um acompanhamento mais de perto. É de grande importância que os donos de cães e gatos comecem a observarem mais o animal, principalmente quando ainda são filhotes. Os sinais citados aqui neste artigo dão fortes pistas de que o cão ou gato tem uma hidrocefalia, que pode ser mais ou menos severa.

O importante é levar o animalzinho o quanto antes a um veterinário para que possa dar início ao tratamento o quanto antes e que o dono do pet seja devidamente orientado sobre a forma correta de cuidar de seu animalzinho de estimação para que ele tenha maior qualidade de vida.

hidrocefalia-03

Leia Também:

Cachorro Fazendo Fezes Moles: O que Fazer? Ler anterior

Cachorro Fazendo Fezes Moles: O que Fazer?

Barriga do Cachorro fazendo Barulho, o que fazer? Ler próxima

Barriga do Cachorro fazendo Barulho, o que fazer?

Adicionar um comentário

Assine nossa Newsletter

Assine e receba novidades, dicas e não perca nenhuma de nossas notícias, você pode cancelar a qualquer momento!