Peixe-Palhaço (Amphiprion): Preço, Características

Saiba mais sobre o Amphiprion, que é um gênero de pequenos peixes com intensa coloração corporal pertencente à família Pomacentridae e comercializados para aquariofilia sob os nomes comuns de peixe-palhaço, ficou muito conhecido após o filme Procurando Nemo.

Peixe-Palhaco

Origem

Amphiprion é um gênero de pequenos peixes com intensa coloração corporal pertencente à família Pomacentridae (subfamília Amphiprioninaeda), conhecidos e comercializados para aquariofilia sob os nomes comuns de peixe- palhaço, e peixe-das- anêmonas.

As espécies assim designadas são nativas de uma vasta região compreendida em águas tépidas do Pacífico, coexistindo algumas espécies em algumas dessas regiões. São famosos devido à relação ecológica de protocooperação que estabelecem com as anémonas-do- mar ou, em alguns casos, com corais. As anêmonas providenciam-lhes abrigo, apesar dos tentáculos urticantes a que são imunes, devido à camada de muco que os reveste. O peixe-palhaço esconde-se dos predadores nas anêmonas.

Na base das mesmas, botam seus ovos, assegurando a proteção de sua prole. Em retorno, os restos do alimento do peixe-palhaço são utilizados pela anêmona. Uma associação que beneficia os dois parceiros. O gênero inclui 17 espécies, todas com distribuição natural nos recifes coralinos dos oceanos tropicais, como Peixe Palhaço Tomate, Palhaço Comum (ocellaris), Palhaço Sebae, e Palhaço Marrom.

O habitat natural da espécie são as águas das regiões pouco profundas dos mares tropicais e subtropicais, principalmente os recifes de coral do Indo- Pacífico, mas podem ser encontrados, em menor quantidade, no Caribe e no Mar Vermelho.

É um peixe onívoro que alimenta-se particularmente de gambás, e de mexilhões. Entre as suas diversas espécies, também encontramos herbívoros e outros que só alimentam-se de plâncton.

Peixe-Palhaco-01

Características

A reprodução deles é muito complexa. As populações de peixe-palhaço vivem entre grupos de anêmonas-do- mar onde formam pequenas colônias. Em geral, em cada anêmona existe um “harém” que consiste em uma fêmea grande, um macho menor, e outros machos não reprodutivos ainda menores. Caso a fêmea seja removida, o macho reprodutor muda de sexo, num processo ditoprotandria, e o maior dos machos não reprodutivos torna-se reprodutivo. Esta reversão sexual é uma transformação hormonal e ocorre em resposta à necessidade reprodutora da colônia, ou do local onde encontre-se o grupo.

O peixe-palhaço é um pequeno peixe marinho que forma parte da paisagem dos recifes de coral. Apenas existe um peixe-palhaço, mas dentro dele, existe uma grande variedade de espécies. Reconhecido facilmente pela sua cor brilhante (que vai desde o amarelo, ao vermelho, passando pelo laranja) e as suas bandas brancas contornadas por preto.

O colorido corporal da espécie chama a atenção, tornando-a num dos peixes exóticos com maior procura para aquários. A cor laranja e as tiras brancas ou azuladas, bem como a maneira aparentemente desalinhada e desajeitada de nadar, dão sentido ao nome de peixe-palhaço. A nadadeira dorsal, a ventral e a anal também são cores variadas dependendo da espécie. Já as peitorais, a caudal e o focinho são laranja ou amareladas. Segunda as espécies, o peixe-palhaço mede entre 6 cm a 15 cm de comprimento.

Peso:Aproximadamente Macho e Fêmea de 30 g a 50 g
AlturaAproximadamente Macho e Fêmea de 6 cm a 15 cm
Grupo:Família Pomacentridae
Cor:Varia desde o amarelo, ao vermelho, passando pelo laranja, e as suas bandas brancas contornadas por preto
Nome de Origem:Amphiprion
Pais de Origem:Recifes de coral do Pacífico

Peixe-Palhaco-02

Temperamento

Em sua grande maioria mostram-se calmos, pacíficos, e muitos resistentes adaptando-se muito bem a cativeiros.

Curiosidades

“Procurando Nemo” popularizou este peixe. Mas infelizmente, não parece que percebemos bem a mensagem do filme, que quis passar a mensagem de que os peixes devem viver em seu habitat natural, não serem prisioneiros em aquários. Mas infelizmente o egocentrismo do ser humano, não conseguiu colocá-la em prática. O peixe-palhaço tornou-se o peixe ornamental mais comercializado.

Tomo mundo apaixonou-se pelo Nemo e resolveu ter um em casa. E o resultado disso foi o fato da compra de peixes-palhaço ter aumentado muito, chegando-se a vender mais do que 150.000 exemplares deste peixe. Isto pode chegar a provocar o perigo de extinção desta espécie a meio prazo. A boa notícia é que as técnicas de criação da espécie em cativeiro já estão bem dominadas, o que evita a retirada de exemplares do meio natural.

Dicas

O peixe-palhaço é um peixe tropical de água do mar, e são um dos peixes de águas tropicais mais fáceis de serem criados, vive normalmente em pares, de preferência escolha casais, já formados, pois montar um pode dar mais trabalho. Para que esteja seguro de não enganar-se, nunca compre mais do que um par por aquário. Tenta comprar peixes de criação, mas estes são um pouco mais caros, mas esta ação permitirá evitar a extinção da espécie no seu meio natural.

O aquário deve ser grande para o casal, em média 150 l a 200 l, peixes são na sua grande maioria territorialistas e o palhaço não difere-se, então nem pense em colocar mais de dois peixes num aquário menos que desse padrão, além do que deve ter muitas anêmonas e como já foi dito acima, não é em qualquer anêmona que determinadas espécies entram então escolha uma compatível, o fundo pode ser forrado com areia de corais alem de bonito é algo que eles estão habituados. A iluminação pode ser feita com lâmpada fluorescente e deve ter de 12 h a 14 h diária de luz, o pH ideal da água é em torno de 8,3, e a temperatura em torno de no máximo 26º, deve ser verificado também taxas como amônia, nitritos, dureza entre outros.

Com poucos recursos financeiros será difícil você iniciar a criação de um aquário marinho, mas, não é só na questão financeira que pesa, embora essa espécie de peixe seja uma das mais fáceis, não significa que seja tão simples você sempre vai ter que analisar parâmetros químicos de água que pode mostrar-se pra muitas pessoas um problema, embora sejam cuidados e tratamentos que deva-se ter com qualquer aquário, a água marinha acaba exigindo maior atenção pela salinidade da água que deve ser verificada sempre.

No Brasil, o peixe-palhaço é o de maior produção e venda. Por causa da facilidade na criação deles existem muitos criadores clandestinos. Então se você quiser comprar um “Nemo” assegure-se de comprar em uma loja séria, que comercialize peixes de criações regularizadas.

Peixe-Palhaco-03

Saúde

Em cativeiro (aquário), o peixe-palhaço vive de 3 anos a 5 anos, já na natureza, eles vivem de 6 anos a 10 anos.

Preço

O preço varia entre R$ 60,00 e R$ 80,00. Algumas variações mais raras podem custar mais caro, como R$ 150,00.

Peixe-Palhaco-04

Leia Também:

Peixe-Palhaço (Amphiprion): Preço, Características
Avalie esta postagem

Encontros Pet