Cachorro Terrier Irlandês

Cachorro Terrier Irlandês

O cachorro da raça Terrier Irlandês (em inglês: irish red terrier), apelidado ainda de pequeno demônio, é oriundo da Irlanda.

Terrier-Irlandes-01

Origem

O Terrier Irlandês (em inglês: irish red terrier), apelidado ainda de pequeno demônio, é oriundo da Irlanda. Conhecidos como cachorros descuidados, são animados e brincalhões, criados para a caça de pragas em geral, e como d’água.

Existem suposições de que este Terrier exista a muitos séculos na Irlanda. Apesar disto não se conhece ao certo sua real origem. O cachorro poderia talvez descender de uma raça antiga de Terriers negros e fogo, de pelo duro, ou ainda ter recebido o sangue do chamado grande Wheaten Terrier, que teria vivido no condado de Cork. Sua raça atual foi fixada em 1875, pois anteriormente a sua cor podia ser apenas vermelha, negra e fogo, até mesmo alguns casos a coloração encontrada era malhada.

Com a criação do clube da raça Terrier Irlandês no ano de 1879, houve o estabelecimento de um padrão para os exemplares, onde o primeiro standard da raça, que surgiu em 1880, teria sido catalogado como cachorro de linhagem pura. Aos poucos tornou-se um animal bastante popular, fazia parte da rotina das famílias, e pelo fato de seus donos serem muito apegados, acompanhou muito de seus donos para a Primeira Guerra Mundial, para que ajudassem os soldados ingleses. Com esta prática além de auxiliar nas caçadas, eles faziam parte do que futuramente tornar-se- ia um centro de recuperação Pós guerra, ou clínicas de tratamento, e reabilitação para deficientes com animais.

Terrier-Irlandes-03

Características

Como característica pode contar com um cachorro de cabeça longa, livre de rugas, composta de um crânio bastante estreito entre as orelhas, estreitando- se ligeiramente para a área dos olhos. Seu stop dificilmente é visto exceto quando estiver de perfil. Sua região da trufa deve ser em coloração preta, seus lábios, bem ajustados, devem ser fortes e musculosos de bom comprimento. Os dentes devem ser fortes, e alinhados, sem cáries, e ainda seus incisivos superiores deverão sobrepor-se ligeiramente aos inferiores. Bochechas não são muito cheias, e devem ter uma leve depressão, logo abaixo dos olhos para não ter a aparência de um cão Greyhound.

Os olhos devem sempre, por um padrão da raça, ser de cor escura, pequenos, não proeminentes, e cheios de vida. Olhos amarelos ou de coloração clara são indesejáveis na criação do mesmo. Suas orelhas devem ser pequenas, em forma de V, de espessura moderada, bem inseridas em sua cabeça e dobradas para frente, rente a sua face. Suas linhas de dobra da orelha devem ficar bem acima do nível do seu crânio. Uma orelha pendente na lateral como a de um hound, não é uma característica específica do Terrier, mas, apesar disto uma orelha semi ereta é ainda mais indesejável. A pelagem de sua orelha deverá ser de tamanho curto e de cor mais escura do que o seu corpo. Seu pescoço deverá ser de comprimento razoável, e ir gradualmente alargando-se para os  ombros, de bom porte, e sem barbelas.

Normalmente existe uma espécie de crista visível em cada lado do pescoço, indo próxima para as orelhas. Seu tronco deverá ser simétrico, nem muito longo nem muito curto. O dorso deverá ser forte, reto, sem apresentar indícios de debilidade entre os ombros. Seu lombo é musculoso e levemente arqueado, o lombo das fêmeas por sua vez poderá ser ligeiramente mais longo do que o dos machos. A cauda deverá ser inserida e bastante alta, portada alegremente, mas não sobre o dorso, ou enrolada. Deve ser bem robusta, substanciosa e razoavelmente longa. Deve ser habitualmente amputada em 2/3 do seu tamanho original. Bem revestida por uma pelagem dura e livre de franjas ou mesmo tufos. A cauda natural, sem cortes é permitida apenas nos países onde a amputação é proibida por lei.

Como pelagem, podemos encontrar de textura de arame, conferida a uma aparência quebradiça. Seu pelo não deve ser longo ao ponto de esconder os contornos do corpo. Uma ligeira barbicha pode ser encontrada, e é o único longo permitido. Como padrão da raça é preciso que possua uma pelagem unicolor em tons de vermelho, trigo vermelho, ou ainda vermelho amarelada. Uma pequena mancha branca no peito é permitida.

Peso: Aproximadamente Macho e Fêmea de 11 kg a 13 kg
Altura Aproximadamente Macho e Fêmea de 45 cm
Grupo: 3
Funções: Cachorro de caça
Grau de Atividade: Alto
Pelo: Densa, textura de arame
Cor: Vermelha, trigo e vermelha amarelada
Nome de Origem: Terrier Irlandês.
Pais de Origem:

Irlanda

Registro FCI:

Terrier-Irlandes

Temperamento

De temperamento bastante curioso, corajoso, enérgico, inteligente, e também fiel. Na maioria das vezes são carinhosamente chamados de aventureiros pelos seus criadores. São muito doces com suas famílias, um companheiro muito divertido. O Irlandês é um excelente amigo para crianças ativas, amando um bom jogo. Possuem um forte instinto de proteção, e por este motivo precisa de um proprietário dominante.

Possuem um senso altamente desenvolvido com as pessoas de lealdade, e é importante que eles possam ter um líder forte, e também responsável. Possuem ainda uma grande independência, ao ponto de não agradar as pessoas, apesar disto tem a capacidade mental de localizar objetos escondidos, caso isto seja solicitado pelo seu dono.

Curiosidades

Se acaso eles percebem que possuem um proprietário mais dócil, o cachorro irá acreditar que precisa estar no comando. É sempre importante, porém, impor limites, deixando claro que não devem estar no comando.

É excelente para marinheiros de primeira viagem que apreciam uma boa brincadeira com um cãozinho, e principalmente possuem crianças em casa.

Dicas

Donos de um corpo elegante possuem passadas largas, e são considerados companhias leais, embora não sejam muito sociáveis com outros cachorros logo de início. Exercícios e adestramento são fundamentais para guiá-los, e controlar sua energia.

Gosta de cavar, explorar e ainda perseguir todas as coisas que movem-se. É importante não deixar-lo correr livremente, a menos que ele esteja em uma área segura já que é possível que perca-se.

Por ser um cão robusto, resistente e cheio de vivacidade, é independente, batalhador e obstinado. Sabe diferenciar funções, e sabe atuar como um bom cachorro de guarda, e companheiro, em casa e até mesmo apartamentos. Assim como tem excelentes habilidades para caça, possui uma grande tendência a caçar de forma extremamente habilidosa, tanto na terra como na água, desde animais como lebres, animais nocivos, e lontras.

É um guardião feroz, que pode revelar-se desconfiado, e brabo caso seja atacado. Ele irá certamente combater até o final. Requer sempre um controle, e educação firme, devido a estas habilidades, porém sem recursos a violência.

Por ser de mente, e corpo muito ativos. Precisa exercitar-se diariamente. É um excelente companheiro para caminhadas, e corridas, bem como escaladas, ou caça. Outra ideia interessante para drenar as energias, é uma boa brincadeira no quintal. Seu pelo necessita de cuidados duas vezes por semana, além disto, é preciso realizar tosa 4 vezes por ano.

Terrier-Irlandes-04

Saúde

Ao adquirir um cachorro como este, é preciso ter em mente que ele é um ser vivo, e está sob seus cuidados, por isso deve ser submetidos a avaliações de veterinários não apenas quando adoecerem, e sim especialmente quando a sua saúde estiver em dia. Várias vacinas bem como orientações sobre o consumo de rações são dadas pelo profissional que vai cuidar da saúde do animal, por isso não deixe de conversar com ele, pois certamente irá ajudar.

Existem alguns pontos que devem ser analisados, pois apesar ser saudável, pode desenvolver algumas doenças, como por exemplo, problemas de visão, ou respiração que acontecem em casos muito raros. Os cachorros desta raça não mostram sinais de alergias para alimentos, e por serem de pequeno porte a raça deverá ter uma baixa incidência de displasia da anca.

Entre os anos 60 a 70 houve situações de hiperqueratose, o que é uma doença que causa inchaço nas patas, e uma dor intensa. Atualmente as anomalias de saúde mais comuns é sem dúvida alguma, o hipotireoidismo e a catarata.

Os Irlandeses precisam ter sempre seus ouvidos treinados principalmente durante a sua adolescência, do contrário seus ouvidos poderão fechar ou ainda reverter. Expectativa de vida varia entre 12 anos a 15 anos.

Preço

  • Não há estimativa de preço do filhote de Terrier Irlandês no Brasil.

Terrier-Irlandes-02

Leia Também:

Como dar remédio para cães e gatos ? Ler anterior

Como dar remédio para cães e gatos ?

Cachorro pequinês preço, valor de venda, valor médio Ler próxima

Cachorro pequinês preço, valor de venda, valor médio

Adicionar um comentário

Assine nossa Newsletter

Assine e receba novidades, dicas e não perca nenhuma de nossas notícias, você pode cancelar a qualquer momento!