Cachorro Boston Terrier: Preço Filhote, Características

O cachorro Boston Terrier é uma raça oriunda dos Estados Unidos. Sua origem, bem como a de outras raças, é controversa. Enquanto alguns historiadores afirmam que estes foram totalmente desenvolvidos pelos norte-americanos, outros afirmam que foram desenvolvidos em Boston no final de 1800, porém, não pelas mãos dos americanos, saiba mais logo abaixo.

Boston-terrier

Origem

De qualquer forma a hipótese que teria sido mais aceita é a de que o Boston Terrier teria sido a primeira raça que foi totalmente desenvolvida nos Estados Unidos. Apesar disto, estas informações não eliminariam outra controvérsia da raça, como por exemplo, quais cachorros foram utilizados no cruzamento para que pudessem formar a raça.

Alguns acreditam até mesmo que em sua origem seria entre o cruzamento de Bulldog Inglês, Bulldog Francês, o Pitt Bull Terrier, o Bull Terrier, White English Terrier e o Boxer. A respeito disso, sua origem foi creditada a nação da América do Norte.

Para que ocorresse também o reconhecimento da raça, surgiu uma série de polêmicas, principalmente que os novos cachorros não seriam apresentados como Bull Terriers, e no ano de 1981 foi fundado o American Bull-Terrier Club o que na época teria gerado uma série de protestos e, manifestações de forma negativa de criadores devido às diferenças morfológicas entre os cachorros, principalmente quanto á sua forma da cabeça. Por este motivo o primeiro pedido de reconhecimento dos exemplares foi negado através do clube. Mas, nem por isso os criadores desistiram de batizar a entidade como Boston Terrier Club of América o que iria ressaltar de uma diferenciação para os demais criadores. Mais uma vez o Kennel Club teria sido consultado para a aceitação desta nova raça, que desta vez teria imposto como condição que o Boston Terriers apenas iriam ser aceitos depois da criação de 3 gerações de linhagens puras, mais ou menos da mesma forma que teria dado-se o reconhecimento do nosso Terrier Brasileiro. Para que pudesse assim garantir o controle, houve a criação de um registro particular para estes cachorros, e foi assim que nasceu a partir de 1893 a primeira raça oficial norte americana.

A partir deste reconhecimento, os criadores começaram a aprimorar o plantel, fixando todas as características físicas consolidando como uma raça em destaque nos Estados Unidos. Aqui no Brasil a raça não é muito conhecida, porém está presente há muitos anos no país, contando com poucos exemplares e criadores.

Boston-terrier01

Características

Um cachorro bastante devotado e amoroso, um tanto carinhoso, e sensível, sendo assim muito apegado ao seu dono, apesar disto em algumas situações ele poderá mostrar ser bastante teimoso. Possui uma personalidade reservada com estranhos, em alguns casos são barulhentos e agressivos com humanos e outros cachorros, incluído os de sua raça.

São compactos, com cabeças grandes sem rugas, olhos escuros e grandes, orelhas empinadas e focinho escuro. Conta com uma pelagem curta e lisa, o que exige poucos cuidados. A sua cor ideal é a tigrada também com manchas brancas. O tigrado deverá ser perfeitamente perceptível e as manchas devem ser distribuídas de forma regular. É possível admitir-se pelos negros com manchas brancas, porém a sua marcação tigrada é a mais perfeita. Essa raça não tem cheiro e tem pouca queda de pelo.

A raça é considerada interessante, pois não exige muitos cuidados especiais para que possa ser criada, com relação a sua pelagem como também a quantidade de atividades físicas que ele deve realizar que não precisa ser em grandes números. É muito fácil de lidar e podem adaptar-se facilmente a qualquer situação: cidade, campo, apartamento, casa.

Peso:Macho e Fêmea de 4 kg a 11 kg.
Altura:Macho e Fêmea de 38 cm a 43 cm.
Grupo:Grupo 9 Cachorros de Companhia
Funções:Cachorros de Companhia.
Grau de Atividade:Alto
Pêlo:Curta, lisa, textura fina e brilhante.
Cor:Tigrada, preta, seal (cor-de- rosa).
Nome de Origem:Boston Terrier.
Pais de Origem:Estados Unidos
Registro FCI: 140

Boston-terrier02

 Temperamento

De personalidade bastante adaptável principalmente para ambientes que sejam menores, é um excelente animal para companhia, apesar disto não é muito inteligente, o que representa a resistência ao adestramento, e obediência de seus donos que são inexperientes por exemplo.

São bastante amáveis, carinhosos, alegres e brincalhões, adaptam-se ao convívio com crianças acima de 6 anos, onde poderão passar por horas brincando já que saberão controlar a sua força e o tipo de brincadeira, evitando assim acidentes que possam vir a machucar o seu cachorro. É preciso muito esforço para irritá-los, mas quando ficam irritados, não reagem, simplesmente saem do ambiente. É sensível ao seu tom de voz, usar um tom muito agressivo irá deixá-los chateados e dá pra ver na carinha deles se eles estão chateados ou não.

Apesar de gostarem de passear na rua, e de exercícios, em função do formato achatado de seu nariz, são os cachorros que mais cansam com facilidade, que precisam de cuidados neste sentido especiais, principalmente em dias mais quentes para que não passem por problemas respiratórios. Por este motivo justamente que ele foi desenvolvido como cachorro de companhia, já que é uma raça que não suporta bem a solidão, e tão pouco adapta-se bem a vida de quintal. Ele conta com algumas características de seus ancestrais, o que torna-o um excelente cachorro de alarme.

Curiosidades

Com o surgimento da raça na cidade de Boston, houve uma época onde os norte americanos o consideravam como um símbolo de patriotismo. Desde aí veio a sua popularidade no país. A infância do Boston não é das mais fáceis. Ele tem muita energia, vive procurando o que fazer e acaba aprontando bastante. A boa notícia é ser possível conduzi-lo a uma fase adulta satisfatoriamente comportada. Seja com treinamento profissional ou com boa educação caseira. Precisa de limites estabelecidos desde cedo, e deve ter prazer em respeitá-los. Associar o cumprimento de regras a acontecimentos positivos, como brincadeiras ou petiscos, é dica promissora.

Se quando filhote esse for bem trabalhado, o adulto só precisará de estímulo físico e mental para ser um grande companheiro. Típico cachorro de família, o Boston é extremamente afetuoso com todos da casa. Até elege alguém como preferido, mas não despreza a atenção de ninguém. É do tipo que sai do colo do dono principal quando os outros chamam-o, e que dorme na cama de todos os moradores. O estilo pouco falante comemora a vizinhança, é típico da maioria.

Boston-terrier04

Dicas

Para quem tem um maior conhecimento, e não seja leigo no assunto, são muito fáceis de agradar, amam aprender e ainda aprendem muito rápido. Demoram um pouco para aprender a fazer suas necessidades em um jornal, por exemplo, porém aprendem com o tempo. São animais bastante sociáveis, se ele tiver sua atenção ele retribuirá com muito carinho. Os machos precisam ser mais sociabilizados com outros cachorros e animais diferentes desde filhotes, pois eles poderão ser agressivos.

O rosto precisa ser limpo com um lencinho umedecido todos os dias (não se esqueça de secar bem) e suas unhas precisam ser cortadas de tempos em tempos. Já os banhos, devem ser ocasionais. Não curtem muito a água, mas também não vão dar muito trabalho pra tomar banho.

Uma boa notícia aos sedentários de plantão: Não precisam de muito exercício. Eles amam passear, assim como todos, mas vão amar também umas boas brincadeiras, principalmente se estiverem interagindo com seus donos. Atenção: nunca saia com quando estiver muito frio ou muito calor. Ele tem muita dificuldade para respirar e podem inclusive falecer. Cuidado com o superaquecimento: quando estiverem cansados, pare a brincadeira/exercício, forneça água e deixe-o recuperar-se.

Ao adestrar, procure sempre utilizar-se de ensinamentos de reforço positivo em vez de brigar pelo seu mau comportamento.

Boston-terrier05

Saúde

Assim como outras raças consideradas como braquicefálicas, ou seja, de cara amassada sem focinho, o Boston Terrier tem diversos problemas que são causados por esse fator. Eles são animais que costumam não tolerar temperaturas extremas, tanto de frio como calor. Por contar com um focinho curto, eles tem muita dificuldade de fazer as trocas de ar, roncam bastante e, além disto, seus olhos ficam muito expostos. Já que é um animal que tem pouco focinho, facilita bastante para que tenha problemas de ordem ocular. O problema encontrado na maioria destes animais mais comuns é a úlcera de córnea, e entre um a cada 10, apresentam este tipo de problema pelo menos uma vez na vida. É bastante comum nestes casos encontrar tendências a cataratas.

A surdez também pode ser encontrada em qualquer um dos exemplares, porém é muito mais comum em Bostons que tenham um ou dois olhos azuis. Outro problema comum existente é a luxação de patela, que poderá levar a uma ruptura de ligamento cruzado anterior. Além disto, ocasionalmente a raça poderá apresentar a displasia de quadril, apesar de esta doença acontecer em raças grandes, já a luxação de patela é muito mais comum em raças que são menores.

Alguns dos Terriers contam com uma ausência na cauda, ou também a chamada cauda pra dentro, ou ainda contam com uma cauda bastante enrolada. E por este motivo poderão ter sérios problemas já que em algumas vezes a cauda cresce ao contrário e para baixo, criando uma fenda que poderá ser dolorosa e infeccionar. Em alguns casos mais severos é preciso amputar-se a cauda. Já em casos mais brandos, é bastante importante que mantenha-se a área limpa para que possa-se garantir o conforto total do cachorro.

Apesar destas peculiaridades a raça não exige muito muitos cuidados, sendo um animal que pode viver por até 17 anos se for bem cuidado. Expectativa de vida varia entre 13 anos a 15 anos.

Preço

O preço médio do filhote do Boston terrier pode variar de R$ 4.500 a R$ 7.000.

Boston-terrier03

Leia Também:

Cachorro Boston Terrier: Preço Filhote, Características
Avalie esta postagem
Encontros Pet