Ansiedade de Separação em Cães (SAS): Tratamento

Ansiedade de Separação em Cães (SAS): Tratamento

A SAS – Síndrome da Ansiedade de Separação em cães, é um assunto sério que, infelizmente, não recebe a devida atenção de quem tem um cachorro dentro de casa. Trata-se de um conjunto de comportamentos que são apresentados pelo animalzinho quando acontece dele ficar sozinho em casa, seja por qual for o motivo e nos dias atuais tem se tornado cada vez mais frequente na vida dos caninos, já que as pessoas têm que sair cedo de casa e só voltam à noite.

ansiedade-cachorro-01

Mas a síndrome também acontece em outras ocasiões, por exemplo, quando o filhotinho é tirado de sua mãe prematuramente. Também tem sido observado que o problema pode ser genético, já que a ocorrência acontece com maior intensidade em cães cujo histórico apresentam a Síndrome da Ansiedade de Separação.

Os cães mais novinhos que são levados bem cedo para abrigos, tendem a apresentar o problema, já que eles sofrem muito ainda quando filhotinhos. Mas não pense que o problema é exclusivo dos cães novos, pois os mais velhos também podem apresentar o problema, por exemplo, quando a família se muda para uma nova casa. O cão já estava acostumado no antigo lar e não entende que há várias ocasiões na vida em que precisamos mudar e mesmo que seja uma residência melhor, o animal sentirá saudade do seu antigo cantinho, pois já estava acostumado com tudo e será preciso ter uma atenção extra para não se sentir sozinho e até mesmo vir a desenvolver a SAS.

A Síndrome da Ansiedade pode surgir até mesmo em situações que nós consideramos “bobas”, mas que são sérias para os cães, por exemplo, a chegada de um bebê na casa. Quando a criança nasce, claro que terá que receber muita atenção, os pais estarão o tempo todo voltados para cuidar do mais novo membro da família e todo mundo que chegar só quer saber de dar carinho ao bebê. O cachorro, acostumado a receber carinho e atenção de todos, se sentirá excluído. Você pode até achar que é um ciuminho bobo que logo passa, mas o problema pode se agravar, então não ignore seu cãozinho quando notar que ele está triste pelos cantos da casa, ou fazendo algo para chamar a atenção.

O tratamento da Síndrome da Ansiedade de Separação é feito de várias formas, mas o primeiro passo é descobrir o que causou isso ao seu cachorro. Descubra também o que você ou sua família tem feito para causar o problema no cãozinho e assim ficará mais fácil eliminar o problema de vez.

ansiedade-cachorro

A prática de atividade física é ótima para o cão com SAS, principalmente se ele tiver a sua companhia. Vai fazer muito bem para ele, os exercícios, mas principalmente por passar um tempo com você. Inclua brincadeiras ao ar livre, um passeio, caminhada, divirta-se com seu cãozinho enquanto faz os exercícios e assim ele irá perceber que ainda é importante para você.

Evitar dar muita atenção ao seu cão, pois ele vai se acostumar e depois o sofrimento será maior.

Quando tiver que sair, deixe sempre algum brinquedinho para ele ir distraído e peça a alguém que ficar em casa que de vez em quando, brinque com o animal.

Quando chegar, não dê muita atenção para o cão, espere ele se acalmar e aí sim, brinque com ele, para que o animal possa entender que suas saídas são normais e ele não precisa ficar triste, porque você sempre voltará.

ansiedade-cachorro-02

 

LEIA TAMBÉM:

Cachorro Fazendo Fezes Moles: O que Fazer? Ler anterior

Cachorro Fazendo Fezes Moles: O que Fazer?

Barriga do Cachorro fazendo Barulho, o que fazer? Ler próxima

Barriga do Cachorro fazendo Barulho, o que fazer?

Adicionar um comentário

Assine nossa Newsletter

Assine e receba novidades, dicas e não perca nenhuma de nossas notícias, você pode cancelar a qualquer momento!