Blog Encontros Pet, onde você encontra tudo para seu animal de estimação.

TRISTEZA: Paranapiacaba se torna ponto de “Descarte” de animais.

TRISTEZA: Paranapiacaba se torna ponto de “Descarte” de animais.

Paranapiacaba é conhecida por ser um ponto turístico, chegando até a receber o apelido de “Londres brasileira”. Mas nos últimos tempos o município de Santo André vem sendo conhecido por outro motivo, o abandono de animais que vem acontecendo constantemente.

Os moradores costumam dizer que existe “mais cachorros do que pessoas na vila“. O local tem 1100 habitantes e cerca de 221 cães e gatos, contando os animais que tem um lar e os que moram na rua.

animais-paranapiacaba

O que torna o problema ainda maior, é que a estrada que da acesso ao lugar tem muita neblina e não contém fiscalização, ficando fácil para os motoristas pararem os veículos e abandonarem os animais.

Em junho, a ativista Beatriz Levischi soube do problema por causa de uma leitora do seu blog, o Gatoca, então ela resolveu ajudar. Encheu o porta-malas de ração e foi até a região. Após isso, a blogueira foi até foi até o poder público de Santo André para tentar uma parceria, mas ela conta que “Acabei praticamente falando sozinha“.

A Equipe Singulariana de Proteção aos Animais (Espa) e a União Andreense Protetora dos Animais (Uapa) entraram com um processo em outubro do ano passado, para que a prefeitura tomasse uma providência.

Há 1 mês o juiz determinou que as autoridades locais têm 3 meses para recolher os pets que estão com situação de risco, ou seja, com ferimentos ou doenças, com multa de R$ 10 mil reais por dia que não seja cumprida. Os responsáveis pela Gerência de Controle de Zoonoses de Santo André dizem que vão recorrer da decisão, afirmando não ter condições de realizar essa ação em pouco tempo.

animais-paranapiacaba-01

Em 2016, a organização recolheu 47 animais que ofereciam risco a população, como enfermos ou agressivos. Eles abrigam esses animais em seus canil e gatil, que tem a capacidade para 60 pets. Após recuperados, os animais são levados para a doação em feiras de instituições parceiras.

Enquanto isso, a população vem ajudando os animais da forma que consegue. Como é o caso de Manoel Diniz, que pega os restos de comida do seu restaurante e oferece aos pets.

Jacir Francisco é outro morador que vem ajudando os cães abandonados, ele cuida de 10 vira-latas vindos da rua, chegando a gastar R$ 450 reais com ração, sem contar os custos com veterinários. “Na cidade, preciso andar sem olhar para os lados, senão quero pegar todos” brinca o aposentado.

 

LEIA TAMBÉM:

Ler anterior

Cachorros e Gatos sentem saudades?

Ler próxima

Ansiedade de Separação em Cães (SAS): Tratamento

Deixe um comentário

quinze − 4 =

Nenhum comentário encontrado.

Posts Relacionados

Assine nossa Newsletter

Assine e receba novidades, dicas e não perca nenhuma de nossas notícias, você pode cancelar a qualquer momento!