Blog Encontros Pet, onde você encontra tudo para seu animal de estimação.

Cachorro Mastim dos Pirinéus

Cachorro Mastim dos Pirinéus

O cachorro Mastim dos Pirinéus (em espanhol: Mastín del Pirineo), também conhecido como Mastin d’Argon, é uma raça descendente direta dos Mastins brancos, e Mastins espanhóis de pelo claro. Usados para guardar os rebanhos, usavam coleiras grossas com pontas de ferro para protegerem-se dos lobos. Ao longo dos anos, os cruzamentos seletivos transformaram estes cachorros, que podem atingir os 75 kg, em animais de companhia para donos experientes no trato com cachorros, apesar de o adestramento ser dito difícil.

Mastim-dos-Pirineus

Origem

 

A história é muito antiga, e a raça vem sido utilizada há milhares de anos pelos pastores, principalmente nas regiões em torno dos Pirinéus, no Sul da França, e norte da Espanha. Uma das primeiras citações sobre a raça surgiu no ano de 1407, e de 1675.

A raça era a favorita de Delfim Grande, e ainda outros membros da aristocracia francesa. A partir do final do século XIX houve um grande mercado para estes cachorros em cidades de montanha, onde ele seria levado para outras partes da França. Sendo assim desenvolvido para ser um cachorro ágil, guardador de ovelhas, principalmente em regiões íngremes, e encostas de montanha.

Ainda no ano de 1874 a raça não teria normalizado completamente a sua aparência. A do Mastim dos Pirinéus costuma ter hábitos noturnos, sendo bastante agressivo com todos os predadores que puderem prejudicar o seu rebanho. Apesar disto é uma raça confiável com pequenos animais, possui um espírito jovem, e desamparado, mas não deixa de lado seu instinto de guardião natural.

Mastim-dos-Pirineus-02

Características

Seu corpo retangular, conta com um recorte magnífico, com uma visível estrutura óssea e muscular bastante possante, que poderão denunciar a cada centímetro toda a sua força e resistência. Existe, além disto, a flexibilidade e agilidade. Suas patas são fortes e os pés poderão ser redondos, como os dos gatos, mas com falanges potentes e sobressaídas. Seu peito deverá ser largo, e profundo, o dorso firme, e no geral costuma ser robusto, bastante proporcionado e sólido. Suas dimensões encontram a medida do meio nas orelhas, triangulares que caem junto a sua cabeça, que é moderadamente larga, e avançam para o tamanho S nos olhos, de recorte amendoado. Estes costumam aparecer com um tom escuro e pequeno, poderão, porém adquirir tom de avelã, e seu olhar é nobre, sereno e confiante, bastante inteligente, e simpático, quase ternurento. Esta raça adota quase sempre o trote em sua caminhada onde exibe-se de forma bastante elegante, mas potente.

Conta com um pelo que para muitos criadores é chamado de casaco com dupla camada de pelos, onde a primeira possui uma pelagem espessa e extrema de fios grossos, e outra reta e ligeiramente ondulada, sempre sobre um denso subpelo bastante lanoso. O revestimento de pelos acontece em maior número no pescoço, ombros e outras partes, onde existe a formação de um colar, ou crina que é mais acentuada nos machos, para que possa ouriçar-se, e afastar ataques de lobos. Seu pelo mais longo, e uma cauda em forma de pluma, também são bastante característicos.

É possível encontrar-se franjas na parte de trás das pernas da frente, e ao longo da parte traseira das coxas, dando assim um efeito de pantalona. Os pelos do rosto e orelhas costuma ser mais curto e de textura mais fina. Sobre a cor de base, possui tom branco puro, a mais comum e mais desejada, podem surgir tonalidades e marcas escuras, preto ou castanho, é permitido também tons de dourado ou cinzento, prata ou areia. Qualquer coloração que diferir disto, deverá ser descartado da criação, apesar disto, o cachorro não deixa de ser excelente para criação em um lar convencional, desde que não queira-se uma reprodução.

Peso:Macho e Fêmea de 50 kg a 70 kg
Altura:Macho e Fêmea de 72 cm a 77 cm.
Grupo:2-Cães de tipo pinscher e schnauzer, molossoides, cães montanheses
Funções:Cachorro de guarda
Grau de Atividade:Alto
Pêlo:Espessa, densa e um pouco áspera
Cor:Branca com manchas pretas, marrom, cinza
Nome de Origem:Mastim dos Pirinéus
Pais de Origem:Espanha
Registro FCI: 92

Mastim-dos-Pirineus-03

 Temperamento

Estes exemplares são uma espécie bastante confiante, e cuidadosa, principalmente com as crianças, sendo muito carinhoso. Pode ser lento para aprender novos comandos, e para obedecer, além de ser um pouco teimoso para treinar. Apesar de sua relativa teimosia é muito incomum que ele torne-se agressivo, ou ataque seu mestre.

Seu instinto territorial deve oferecer proteção de seu rebanho, ou de sua família sempre que for necessário, apesar disto normalmente seu temperamento é calmo e leal. É uma raça que possui grande força de vontade, é independente, e reservado. Muito atento, destemido, e fiel as suas funções.

Possui um tamanho que torna-o um guardião imponente, e certamente irá patrulhar um longo perímetro certificando-se de que tudo está ok, onde reside. Protege os rebanhos com latidos, e é por ser noturno, que late muito à noite, em alguns casos é interessante ter um treinamento para evitar este comportamento.

É desconfiado com estranhos, e se a pessoa não for permitida em sua casa, e se ele perceber não irá deixar a pessoa ficar próximo de você. Foi originalmente um cachorro guiado para criação de gado, e ainda pode ser encontrado fazendo este trabalho em ranchos e fazendas.

Curiosidades

O Mastim dos Pirinéus certamente possui grandes características de seus ancestrais, contando com um ladrar bastante forte, e uma expressão séria, sóbria e de poucos amigos, apesar de ser extremamente amigo, e parceiro de seus criadores.

É um cão de montanha, originário da região dos Pirinéus, uma evolução para uma raça mais forte e com mais cores, apesar de anteriormente ter quase que sido extinto. Por ordens de Rafael Magno, um grupo de agricultores trouxe a raça novamente para os criadores em grande número. A raça reapareceu nos anos 70, e por causa deles podemos contar com uma raça reinserida na Europa.

Dicas

Por ter um porte avantajado, possui uma aparência imponente além de grande agilidade, é utilizado em atividades de guarda, apresentando muitas vezes uma devoção extrema ao seu proprietário, sendo considerado excelente para companhia. Está sempre atento e patrulhando seu território, impondo respeito apenas por seu olhar. Sabe discernir muito bem, o bem do mal, e o certo do errado, o que torna-o muito inteligente, apesar de sua origem ser bastante antiga. Costuma pastorear muito bem ovelhas e outros animais.

Quando é domesticado, necessita escová-lo uma ou duas vezes por semana, irá precisar inclusive de exercícios moderados, e tende a ser um pouco preguiçoso principalmente em dias quentes. Gostam de frio e neve, como algumas raças similares, alguns tentem a babar muito principalmente após realizar exercícios.

Mastim-dos-Pirineus-04

Saúde

Entre as doenças genéticas mais comuns da raça está a displasia de anca. Mas, são normalmente saudáveis, e não possuem grandes problemas de saúde. Expectativa de vida varia entre 10 anos a 12 anos.

Preço

Como o Mastim dos Pirinéus é um cachorro raro de baixa comercialização o preço pode variar muito, tendo um preço mínimo R$ 2.500, podendo a chegar à R$7.000.

Mastim-dos-Pirineus-01

Leia Também:

Ler anterior

Cachorro Pastor Catalão

Ler próxima

Seu dono morreu a 1 mês, mas esse cão ainda o espera…..

Deixe um comentário

cinco × um =

Nenhum comentário encontrado.

Posts Relacionados

Assine nossa Newsletter

Assine e receba novidades, dicas e não perca nenhuma de nossas notícias, você pode cancelar a qualquer momento!